ColunistaFórmula EPost

Brasileiros ficam ofuscados em treinos livres pré-ePrix de Valência

Com os resultados bem próximos, brasileiros não estão no Top-10. Mas a classificação promete ser bem disputada

Neste sábado a Fórmula E realiza a 5ª etapa da 7ª temporada, começando pelos treinos livres no autódromo de Valência, o Ricardo Tormo.

O TL1 contou com temperaturas baixas, 14°C na pista e 13°C no ambiente. Assim que a sessão começou, os brasileiros logo foram para a pista para testar a potência dos seus carros no circuito. O primeiro tempo cronometrado por Câmara rendeu a ele um sétimo lugar com 2m09s261, mas rapidamente a marca foi superada por pilotos que já estavam andando abaixo de 2 minutos.

Nesta primeira atividade, apesar dos brasileiros figurarem em alguns momentos entre os dez primeiros colocados, eles encerraram a atividade abaixo do top-10. Sérgio Sette Câmara ficou com a décima terceira posição após anotar 1m27s952. Lucas Di Grassi fechou a primeira atividade na vigésima terceira posição com 1m28s257. Antonio Félix da Costa terminou na liderança com 1m27s238.

Quando os brasileiros melhoravam as suas marcas, outros que também estavam imprimindo ritmo forte conseguiam superá-los, com a pista evoluindo mesmo com as temperaturas baixas.

Em uma recuperação de imagem do TL1, Lucas Di Grassi passou pela brita, quando realizava uma volta rápida no circuito, o brasileiro que guia pela Audi também estava com os freios da parte dianteira incandescentes.

Os limites de pista são uma questão neste fim de semana, por estarem correndo em um autódromo, a categoria não colocou aquelas barreiras de contenção por toda a sua extensão para determinar o traçado, mas instalaram sensores para demarcar os limites de pista. Em alguns momentos os pilotos extavam passando além do traçado estabelecido pela categoria, desta forma alguns tempos foram deletados.

Sérgio Sette Câmara com a Dragon – Foto: reprodução Fórmula E

Durante o TL2 os pilotos partiram para outra rodada de voltas rápidas, se preparando para a classificação. Câmara tentava garantir o top-10 nesta sessão mais curta, mas a sessão seguia bem disputada, o piloto da Dragon tinha registrado 1m28s032. Enquanto Lucas Di Grassi ocupava o décimo quinto lugar com 1m28s165. A liderança da sessão acaba se alterando, tornando a atividade bem movimentada.

Assim como o TL1, os brasileiros ficaram abaixo dos dez primeiros. Lucas Di Grassi fechou a atividade no décimo sétimo lugar, com 1m27s555, enquanto Sérgio Sette Câmara foi o vigésimo primeiro anotando 1m27s672. A disputa na classificação deve ser bem apertada, assim como os treinos livres estão indicando, Max Günther da BMW i Andretti Motorsport fechou na liderança com 1m26s958.

Os brasileiros vão participar da classificação junto com o grupo três.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados