ColunistaFórmula 1Post

Bottas vence sprint, Hamilton erra, mas é Verstappen que fica com a primeira posição na largada do GP da Itália

Valtteri Bottas largou bem, mas Lewis Hamilton foi dominado pela dupla da McLaren, perdendo espaço depois da largada

O formato da Sprint Qualifying não deu uma boa dinâmica, mas de qualquer forma ele foi usado para estabelecer o grid de largada para a prova do domingo. Valtteri Bottas conquistou a vitória, ou melhor a 18ª pole da carreira, pois ele cruzou a linha de chegada na primeira posição. 

Após o encerramento da prova, os três primeiros receberam uma medalha, simbolizando a conquista deste sábado.

O finlandês teve uma ótima reação na largada e conseguiu manter o primeiro lugar, mas não podemos dizer o mesmo de Lewis Hamilton, já que o piloto da Mercedes não conseguiu manter o segundo lugar e ainda caiu para o quinto lugar. Com a punição que Bottas terá que cumprir no grid do domingo, o piloto começa a corrida da vigésima posição, enquanto Max Verstappen será promovido para a primeira posição, pois terminou a Sprint no segundo lugar.

Falando em reação, a dupla da McLaren largou bem, Daniel Ricciardo assumiu a terceira posição, acompanhado por Lando Norris. Algo positivo para o time que está correndo na casa da Ferrari e luta diretamente com a equipe italiana para recuperar a terceira posição do Campeonato de Construtores. Ricciardo está sendo uma surpresa positiva neste fim de semana.

Bottas foi contemplado com três pontos, enquanto Verstappen recebeu dois e Ricciardo ficou com 1.

A Ferrari também está entre os dez, Charles Leclerc assumiu a sexta posição, depois de ultrapassar Carlos Sainz. O espanhol da Ferrari teve o carro recuperado e pode participar da Sprint. Enquanto Antonio Giovinazzi acabou se beneficiando do abandono de Pierre Gasly, mas também da perda que Sergio Pérez sofreu na largada, desta forma o italiano terminou na oitava posição com a Alfa Romeo.

Pérez tentou ganhar a oitava posição, mas perdeu tempo brigando com Lance Stroll para retomar o nono lugar. Assim o canadense da Aston Martin fechou o top-10.

A perda maior é de Pierre Gasly, o francês da AlphaTauri tinha obtido a sexta posição, mas depois da batida que ocorreu no início da Sprint, o francês foi jogado para a última posição e abandonou a prova.

O GP da Itália tem largada às 10h (pelo horário de Brasília).

Saiba como foi a Sprint Qualifying na Itália

O grid de largada ficou definido desta forma, estabelecido com a classificação que foi realizada na sexta-feira. 

Largaram com os pneus macios apenas, Hamilton, Norris, Ricciardo, Vettel, Stroll, Alonso, Ocon e Tsunoda.

O carro de Carlos Sainz foi recuperado e o piloto largou da sétima posição.

 

Bottas manteve a primeira posição, enquanto Hamilton ficou na largada e perdeu várias posições depois de ser engolido pelos outros pilotos, caindo para a sexta posição. Mas Pierre Gasly bateu forte depois de ter escapado, o francês tinha tocado em Daniel Ricciardo e danificou a asa dianteira, pouco depois perdeu controle do carro. O Safety Car foi ativo.

A reação da dupla da McLaren foi muito boa, Ricciardo chegou até a ameaçar Max Verstappen, mas recolheu para garantir a terceira posição, com Lando Norris em quarto.

Tsunoda tocou Robert Kubica, depois que o piloto da Alfa Romeo acabou indo para cima do japonês. Kubica rodou e foi parar na brita. Tsunoda precisou seguir para os boxes e trocou a asa dianteira.

Na segunda volta, ainda com o Safety Car ativo os dez primeiros eram: Bottas, Verstappen, Ricciardo, Norris, Hamilton, Leclerc, Sainz, Giovinazzi, Stroll e Pérez.

A corrida foi liberada na quarta volta e Bottas administrou a liderança. Enquanto Vettel e Alonso tinham uma disputa particular pela décima primeira posição. Pouco depois o espanhol concluiu a ultrapassagem no alemão, enquanto Tsunoda assumia a décima oitava posição depois de ultrapassar Kubica.

Stroll e Pérez estavam duelando pela nona posição na quinta volta, enquanto Giovinazzi se mantinha na oitava posição.

Durante a sexta volta, Russell retomou a décima quinta posição, realizando a ultrapassagem em Mazepin. Na liderança, Bottas tinha 1s6 de vantagem para Max Verstappen.

No oitavo giro, Bottas anotou a volta mais rápida com 1m23s592. A prova continuava e as ultrapassagens deixaram de acontecer por conta das distâncias que haviam se estabelecido entre os pilotos.

Exceto por Pérez e Stroll que tinham um duelo ativo, o mexicano extravasou os limites de pista, até conseguiu realizar a ultrapassagem, mas teve que devolver a posição. No entanto, pouco depois Pérez reestabeleceu o nono lugar e Alonso havia se aproximado do canadense da Aston Martin.

Na décima primeira volta, os dez primeiros eram: Bottas, Verstappen, Ricciardo, Norris, Hamilton, Leclerc, Sainz, Giovinazzi, Pérez e Stroll.

Hamilton tinha se aproximado de Norris, rodando abaixo de 0s5 do piloto da McLaren, mas mesmo com os pneus médios, o inglês não conseguia se aproximar para concluir a ultrapassagem e obter a quarta posição.

Durante a décima quinta volta, Pérez tinha se aproximado de Giovinazzi, separado por 0s7 do italiano. O mexicano que começou da nona posição, estava tentando ganhar um oitavo lugar para a largada do domingo. No entanto, Pérez e Stroll estavam sendo investigados, por aquele lance em que Pérez demorou para devolver a posição. Mas pouco depois optaram por não dar nenhuma punição.

Bottas conquistou a primeira posição, registrando a décima oitava pole da carreira, acompanhado por Verstappen e Ricciardo, os três primeiros recebem pontos. O australiano da McLaren teve o seu melhor resultado até este momento, desde que entrou no time. Pérez não concluiu a ultrapassagem em Giovinazzi, desta forma o italiano ficou com a oitava posição para o domingo.

Com o encerramento da classificação/corrida, Bottas estabeleceu a primeira posição, mas o finlandês vai largar da última posição, pois a Mercedes realizou a troca do motor. 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados