ColunistaPost

Barrichello estabelece a pole para a 8ª etapa em Goiânia e se aproxima de outro bom resultado na pista

Em classificação acirrada, Rubens Barrichello crava a pole para a 8ª etapa da Stock Car em Goiânia, prova disputada no circuito misto

Neste sábado a Stock Car realiza a 8ª etapa no Autódromo Internacional de Goiânia, Rubens Barrichello que é o maior vencedor da pista – conta com cinco, sendo uma no anel externo -, estabeleceu a pole, desta forma terá o direito de largar da primeira posição na corrida 1 deste sábado.

O piloto da Full Time mostrou muito equilíbrio na pista, estabeleceu a melhor volta com 1m27s284. Bruno Baptista completa a primeira fila, separado por apenas 0s138 de Barrichello. Gabriel Casagrande esteve próximo de obter a pole, mas teve que se contentar com a terceira posição.

Diego Nunes da Blau Motorsport é o quarto colocado, acompanhado por Cesar Ramos e Daniel Serra que tiveram a oportunidade de disputar a pole.

Saiba como foi a Classificação da Stock Car em Goiânia

Os pilotos vão usar neste fim de semana os dois traçados do circuito de Goiânia. No sábado os pilotos vão disputar a 8ª etapa no circuito misto, enquanto no domingo a prova será transferida para o anel externo.

Na sexta-feira os pilotos e as equipes tiveram um treino livre para avaliar os carros e estabelecer o acerto para o sábado. Diego Nunes liderou a atividade com 1m27s446, enquanto Matías Rossi era o segundo colocado com 1m27s549, seguido por Julio Campos.

As temperaturas altas dominam a atividade.

Q1 – Grupo A

Participaram da primeira parte da classificação: Bueno, Abreu, Salas, Suzuki, Navarro, Khodair, Zonta, Barrichello, Casagrande, Maurício, Baptista, Serra, Ramos, Camilo e Nunes.

Bueno foi o primeiro a deixar os boxes, mas também foi o primeiro piloto a registrar tempo no circuito, anotando 1m31s842, no entanto, os tempos ainda eram bem altos. Com a evolução da pista Suzuki assumiu a liderança da atividade com 1m29s805, com 0s946 melhor que a marca estabelecida por Rubens Barrichello.

Os pilotos seguiram seu ritmo forte, estabelecendo voltas rápidas, Nunes assumiu a ponta da tabela com 1m27s673, mas pouco depois as coisas mudaram, Serra tinha 1m27s600, superando Ramos com 1m27s605 e Átila Abreu com 1,27s615, empurrando Baptista para a quarta posição com 1m27s625.

Maurício que era o nono colocado retornou para os boxes sendo rebocado.

Foto: reprodução

Q1 – Grupo B

Participaram do Grupo B: Campos, Lima, Di Mauro, Foresti, Hahn, Osman, Teixeira, Cardoso, Antoniazi, Jimenez, Gomes, Monteiro, Massa, Lapenna e Rossi.

Antoniazi da Hot Car liderou a saída dos boxes do grupo dois. E assim como ocorreu com o primeiro grupo, os primeiros tempos estabelecidos eram altos, na casa de 1m31s. Lapenna assumiu a primeira posição da tabela de tempos superando Serra quando anotou 1m27s398. Enquanto Gomes estava na segunda posição, separado por 1s151 do primeiro colocado.

O segundo grupo estava fazendo um bom trabalho, Campos era o terceiro colocado com 1m27s549.

Destaque para Christian Hahn que ficou com a oitava posição, anotando 1m27s664. Monteiro era o décimo terceiro colocado, conseguindo avançar para a próxima parte da classificação.

Foto: reprodução

Eliminados

Foto: reprodução

Q2

Participaram do Q2: Abreu, Lapenna, Bueno, Gomes, Monteiro, Casagrande, Ramos, Nunes, Khodair, Hahn, Maurício, Barrichello, Campos, Serra e Baptista.

Nos primeiros minutos Maurício voltou a apresentar problemas e teve que retornar com cuidado para os boxes. O seu carro entrou em modo de segurança, por um possível curto, desta forma a equipe tentaria resolver a questão para ele participar da corrida. 

Casagrande que era o segundo colocado com 1m21s599, mas acabou rodando logo depois, quando perdeu a traseira.

A atividade foi avançando, Barrichello tomou a liderança com 1m27s370, onde os pilotos buscavam as seis melhores posições. Nunes era o segundo colocado com 1m27s538. Khodair também rodou na volta final e ficou apenas com a sétima posição.

Avançaram para o Q3: Barrichello, Nunes, Serra, Ramos, Casagrande e Baptista.

Q3

Os seis melhores foram liberados para a pista para disputar a pole. Barrichello era o líder com 1m27s284, mas Baptista se encaixou na segunda posição separado por 0s138 do piloto da Full Time Sports.

Com o cronômetro zerado, ninguém melhorou as suas voltas para ter chance de ficar com a pole. Desta forma Barrichello se confirmou na primeira posição.

Foto: reprodução
Foto: Ale Ranieri/BP
Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados