ColunistaFórmula 1Post

‘Asas Flexíveis’ a disputa do campeonato

As 'asas flexíveis são o assunto do momento, algumas equipes estão se sentindo lesadas por conta de outros times que fazer a utilização deste recurso

No GP da França, etapa que será disputada no dia entre os dias 18 e 20 de junho, as equipes já vão lidar com os novos testes para verificar as asas flexíveis. A nova regra anunciada pela FIA será introduzida no dia 15 de junho.

As medidas foram anunciadas com antecedência para que as equipes que utilizam esse sistema tivessem a possibilidade de realizar as alterações necessárias. Red Bull, Ferrari e Alfa Romeo têm asas flexíveis – elas acabam se deformando em alta velocidade, reduzindo o arrasto nas retas.

LEIA MAIS: Para coibir irregularidades, FIA realizará inspeções aleatórias após o encerramento das corridas

O chefe de equipe da Mercedes, Toto Wolff e o chefe de equipe da McLaren, Andreas Seidl, gostariam que os testes fossem introduzidos antes de Baku, justamente por conta das longas retas que o circuito possuí e devem ajudar o desempenho destes times.

“Discordamos veementemente quanto ao momento da introdução. Para nós, não há motivo para esperar mais duas corridas [Mônaco e Azerbaijão] e dar aos caras que projetaram os carros para ter essas asas flexíveis por mais duas corridas, tenham o benefício por mais duas provas e tirem proveito disso. Do nosso ponto de vista, o que esses caras estão usando é claramente contra os regulamentos porque o teste que está em vigor não é o único critério que você deve atender em termos de estar em conformidade com os regulamentos”, disse Seidl.

Lembrando que as duas equipes estão travando uma luta direta com times que utilizam esse sistema – Mercedes vs. Red Bull e McLaren Vs. Ferrari. Acredita-se que algumas equipes possam mover protestos contra os times que estão usando as ‘asas flexíveis’, justamente por considerar que existem times desfrutando de uma vantagem.

“É por isso que estamos dialogando com a FIA no momento, porque acho uma boa oportunidade para a FIA mostrar uma mão forte aqui e não aceitar mais isso, a partir de hoje e sim, partimos daí”, declarou Seidl. 

A FIA fez a alteração nas suas verificações, mas sem a intensão de culpar ninguém. No entanto temos equipes grandes que estão insatisfeitas, justamente por conta da forma como o campeonato está se desenvolvendo.  

Mas quando se fala sobre a introdução ou mudança de uma nova regra, é esperado que exista um tempo de adaptação para que todos possam se adequar. É uma competição, as equipes têm uma margem para a interpretação das regras e algumas já são famosas por trabalhar no limite das regras.

Para a Alfa Romeo é a oportunidade de conquistas pontos, superando principalmente a Williams, já que a Haas não tem um carro em condições de fazer frente na luta destas equipes que estão no final do pelotão.

Assista ao nosso vídeo sobre as Asas Flexíveis

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube?Inscreva-se no nosso canal!

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados