ColunistaFórmula 1Post

Antes da classificação, Verstappen mostra as garras, mas a dupla da Mercedes não fica distante

Max Verstappen mostrou mais uma vez que pode realizar um bom trabalho na classificação. Mas a dupla da Mercedes está apresentando um bom trabalho durante os treinos livres

O sábado (03) começou agitado, os times deram as suas primeiras voltas com os pneus protótipos, dando continuidade aos testes da Pirelli que tiveram início na sexta-feira. Depois as equipes partiram para a preparação para a classificação, focando principalmente nos trabalhos com os pneus macios. Max Verstappen liderou a sessão, o piloto que anotou 1m04s591.

O holandês foi acompanhado pela dupla da Mercedes, Valtteri Bottas fechou na segunda posição, acompanhado por Lewis Hamilton. O inglês teve um dos seus tempos deletados por extravasar os limites de pista.

A sessão, a sequência de voltas rápidas e a evolução da pista, permitiram um grid mais embolado, Pierre Gasly ficou com o quarto lugar, acompanhado por Antonio Giovinazzi da Alfa Romeo. O italiano superou a dupla da Ferrari, com Carlos Sainz ficando em sexto e Charles Leclerc em nono.

Entre os carros da Ferrari, foi possível ver Sergio Pérez e Fernando Alonso. Sebastian Vettel encaixou o carro da Aston Martin em décimo. A classificação promete ser mais uma vez agitada. As temperaturas no circuito estão mais altas, quando comparadas com a atividade de sexta-feira, onde até alguns pingos de chuva apareceram durante a sessão.

Antes do início das atividades de sábado, Lewis Hamilton foi confirmado por mais dois anos na Mercedes.

A Fórmula 1 retorna às 10h (pelo horário de Brasília, para a realização da classificação.

Saiba como foi o Terceiro Treino Livre para o GP da Áustria

Quando a atividade teve início, a temperatura da pista estava na casa dos 45°C, com 23°C no ambiente.

As equipes seguiam testando os pneus mais reforçados da Pirelli, nesta primeira saída dos boxes. Pierre Gasly estava na liderança da atividade com 1m06s282, acompanhado por Lando Norris com 1m06s454. Nos primeiros dez minutos, cerca de dez pilotos estavam completando voltas na pista.

A Pirelli teve que estender o período de teste dos compostos. Tsunoda seguia na liderança, o piloto da AlphaTauri com 1m06s045, enquanto Pierre Gasly estava separado por 0s013 do seu companheiro de equipe. Os times estavam focados das voltas rápidas, mesmo com os pneus protótipos.

Em seu primeiro giro com os protótipos, Hamilton anotou 1m06s414, ficando com o sexto tempo. Em vinte minutos de atividade, os dez primeiros eram: Tsunoda, Gasly, Leclerc, Norris, Ocon, Hamilton, Giovinazzi, Sainz, Raikkonen e Alonso.

Valtteri Bottas e Lando Norris eram mostrados extravasando os limites de pista, por conta de erros. O piloto da Mclaren, assim como George Russell já estavam usando os pneus macios. O piloto da Williams saltou para a quinta posição com 1m06s297, enquanto Stroll esta o sétimo colocado com 1m06s400 também usando os pneus macios.

Por conta da instalação dos pneus macios e médios, os pilotos estavam empenhados em mais uma rodada de voltas rápidas. O tempo estabelecido por Norris era uma referência, ele tinha 1m05s700. Raikkonen aparecia na terceira posição com 1m05s830 de pneus médios.

Com a conclusão da primeira meia hora, os dez primeiros eram: Norris, Tsunoda, Raikkonen, Vettel, Gasly, Latifi, Russell, Leclerc, Pérez e Ricciardo. Max Verstappen estavam em volta de saída dos boxes. Pouco depois o holandês cravou 1m04s941, enquanto Tsunoda perdeu a traseira na curva nove.

A dupla da Ferrari também cometeu erros durante as suas voltas com os pneus C5. Os pilotos realizaram uma breve pausa nos boxes, quando restavam cerca de 20 minutos para o encerramento da atividade. Russell aproveitou a pista praticamente livre, para deixar o décimo terceiro lugar, para ocupar a quinta posição mais uma vez, anotando 1m05s694.

Hamilton que estava com pneus do tipo C5 usados, o inglês foi para a segunda posição com 1m05s277, separado do tempo estabelecido pelo holandês por 0s0336. E Mazepin estava escapando da pista mais uma vez, mas passava pela brita na curva 7.

Os últimos 10 minutos foram mais uma vez agitados, com os pilotos completando as suas voltas mais rápidas. Pérez era o quinto colocado com 1m05s489, ficando atrás da dupla da Ferrari.

No entanto, Hamilton teve a sua volta deletada, enquanto Verstappen melhorou o seu tempo para 1m04s591. Bottas se mantinha na segunda posição com 1m05s129. Giovinazzi era o quinto colocado, superando a dupla da Ferrari com 1m05s345.

Nos últimos cinco minutos, os dez primeiros eram: Verstappen, Bottas, Hamilton, Gasly, Giovinazzi, Sainz, Alonso, Leclerc, Pérez e Vettel. Russell foi empurrado para a décima quarta posição.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados