ColunistaFórmula 1Post

A história contada pelos capacetes em Mônaco

O GP de Mônaco faz parte da história do automobilismo e da Fórmula 1, desta forma vários pilotos vão exibir novos capacetes neste fim de semana

Mônaco é uma corrida elegante e que se destaca no calendário – mesmo com uma prova que nem sempre entrega muita emoção, já que a guerra mesmo fica por conta das estratégias. Mas é justamente por todo o glamour e valor histórico que Mônaco permanece no calendário.

E para este fim de semana alguns pilotos estão exibindo novas pinturas de capacete e a temática ‘’histórica’’ acaba atacando nos designs.

Impossível não falar logo de cara dos pilotos da McLaren, pois desde o último domingo já sabíamos que em Mônaco a equipe estaria exibindo uma nova pintura, desfilando pelas ruas do Principado com as cores e design icônico da Gulf.

Dupla da McLaren exibe novos capacetes para o GP de Mônaco – Foto: reprodução McLaren

E para combinar com o novo ‘traje’, Lando Norris está com um capacete especial, que também recebeu as mesmas cores da Gulf, mas que transporta a gente ao passado: com os velhos óculos de proteção acima da viseira, combinando ao seu layout principal. Mas atenção aos detalhes, pois parece que o casco já foi usado por vários e vários anos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Daniel Ricciardo também está exibindo uma pintura especial e o australiano apostou em algo bem tradicional. O laranja envolve todo o layout do casco. O número 3 está dentro de um círculo que contém algumas falhas, como se fosse uma pintura apressada – mas que certamente no caso de Ricciardo, foi muito pensado para estar lá. Além disso ele carrega o kiwi, símbolo original da McLaren.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Depois dos pilotos da McLaren utilizarem este capacete no fim de semana, eles serão sorteados para ajudar a Mind – uma instituição de caridade preocupada com a saúde mental.

De um Monegasco para outro monegasco

O único monegasco no grid atual da Fórmula 1, aproveitou a corrida no quintal de casa para exibir uma nova pintura. Desta vez ele está homenageando o herói de casa: Louis Chiron, piloto nascido no dia 3 de agosto de 1899, venceu o GP de Mônaco de 1931 quando a Fórmula 1 ainda não existia, mas a corrida já era conhecida como Grande Prêmio. Chiron também foi um grande responsável para ter corridas no Principado.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para saber sobre a história de Mônaco confira: SÉRIE CIRCUITOS DA F1: Mônaco

Williams completa 750 GPs na Fórmula 1

O fim de semana é de comemoração para a Williams, o time chega à marca de 750º Grande Prêmio. Para está corrida em especial a equipe está exibindo no seu halo o nome de 100 fãs que participaram de uma ação promocional da equipe.

Os pilotos também não perderam a oportunidade e vão usar novos capacetes nesta etapa especial: George Russell está com um capacete azul-marinho – deixando de lado o vermelho que está normalmente presente em algumas áreas do seu layout regular. Alguns carros usados pela equipe também estão presentes no seu casco.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nicholas Latifi exibe um layout que ‘conta a história da equipe’, vários momentos estão espalhados por toda a parte mais clara do capacete, diversos registros históricos para homenagear o time. O azul e o amarelo que lembra o ouro envolvem todos estes momentos, além disso vemos os registros dos títulos mundiais conquistados pela equipe no topo do casco.  

Este slideshow necessita de JavaScript.

Olhando mais de perto

Em uma olhada rápida, o capacete de Sebastian Vettel parece ser o mesmo, o rosa predominante do seu patrocinado – a BWT – mas ao layout regular foi acionado um mapa-múndi cromado. Além disso o capacete precisa estar em uma luz ideal para exibir o efeito, de modo geral a escolha combina mais com uma prova noturna.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Não é a primeira vez que o alemão aposta em uma pintura assim: em Abu Dhabi, em sua última corrida com a Ferrari ele apostou em algo diferente para a prova noturna. E no GP da Itália de 2020 ele já tinha usado um relevo cromado com o cavalo rampante.

Pop Art para Bottas

Tiffany Cromwell, namorada de Valtteri Bottas fez um novo design para o piloto finlandês que mora em Mônaco. Uma combinação Pop Art, bem descontraída como o movimento artístico pede. O design regular de Bottas também foi feito por ela.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Quase em casa

O piloto francês, Pierre Gasly também está com um capacete novo, afinal, Mônaco é praticamente um GP em casa, uma corrida especial. A pintura apresenta um toque de dourado, ainda que o design da AlphaTauri ocupe boa parte do casco.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O capacete mantém as homenagens para os amigos Jules Bianchi e Anthoine Hubert que faleceram em acidentes.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados